• 22 (Crédito: Reprodução Youtube)

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Adam Sandler tenta fazer uma mudança radical em seus personagens, como no recente Homens, Mulheres & Filhos, mas as histórias de seus filmes quase sempre se repetem. Humor e magia se misturam em Trocando os Pés, uma trama de boa arrancada, que perde o fôlego ao ser atropelada por situações sentimentais. Na pele de Max, Sandler faz de novo o tipo solitário, zeloso com a mãe judia e à procura da cara- metade aos 40 e lá vai fumaça. Herdeiro de uma velha sapataria em Nova York, o cara descobre um poder até então desconhecido. Ao calçar o par de sapatos de um cliente, ele se transforma no próprio. Isso traz diversão à primeira vista. Porém, ao usar os de um bandido (Cliff Smith), Max decide se meter numa investigação. Embora escorregadio na graça, o filme tem alguns risos garantidos e a bem-vinda participação de Dustin Hoffman. Estreou em 28/5/2015.

Ficha técnica

Direção: Thomas McCarthy

Duração: 99 minutos

Recomendação: 14 anos

País/Ano:

Publicidade

Publicidade