• Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Rafael Cavalieri

O jeitão de João Gordo inglês não é mera coincidência. Vocalista dos dois primeiros discos do Iron Maiden, Paul Di’Anno deixou a banda de maneira nada amistosa em 1981. Desde então, entrou e saiu de projetos diversos — num deles, o Rockfellas, no Brasil, uniu-o ao baterista Jean Dollabela (Sepultura), ao guitarrista Marcão (Charlie Brown Jr.) e ao baixista Canisso (Raimundos). Em comum, as aventuras duraram pouco e terminaram em meio a alguma confusão. Fanfarrão por natureza e beberrão assumido, o cantor volta ao Circo Voador, no domingo (5), para reproduzir na íntegra Iron Maiden, o disco de estreia de seu antigo grupo. Para a alegria dos fãs, o álbum traz faixas clássicas como Running Free e Prowler. Entusiasta do punk rock, Di’Anno também costuma defender canções do Ramones e do Sex Pistols na hora do bis. Antes dele, no começo da noite e no mesmo clima, sobem ao palco os paulistanos do Project46 e a banda americana de death metal Obituary.

Ficha técnica

Recomendação: 18 anos

Publicidade

Publicidade