• 22 (Crédito: Reprodução Youtube)

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Difícil o trabalho de Samuel Theis. Em Party Girl, o jovem teve a tarefa de escrever um roteiro sobre sua mãe, além de dirigir o filme e convidá-la para atuar nele. Não se trata, contudo, de um documentário, e sim de um drama interpretado pelos parentes do realizador, que têm o mesmo nome de seus personagens. O tema, igualmente, é árduo. Angélique Litzenburger, de 60 anos, trabalha como acompanhante num cabaré de uma cidade na fronteira entre a França e a Alemanha. Ela compete com mulheres jovens e tem noção de estar perdendo a clientela. Surpresa, Angélique recebe o pedido de casamento de Michael (Joseph Bour), um mineiro aposentado e disposto a recomeçar a vida a dois. A protagonista, então, larga o emprego e reúne os filhos para fazer o comunicado. Sobretudo por tocar em assunto familiar, Samuel Theis jamais tende aos julgamentos morais e, em registro transparente, aborda delicadamente as decisões de sua mãe, uma mulher de espírito livre e coração em chamas. Estreou em 6/8/2015.

Ficha técnica

Direção: Marie Amachoukeli, Claire Burger e Samuel Theis

Duração: 95 minutos

Recomendação: 14 anos

País/Ano:

Publicidade

Publicidade