• 22 (Crédito: Reprodução Youtube)

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Longa-metragem de estreia do diretor japonês Masakazu Sugita, O Desejo da Minha Alma ganhou um prêmio especial no Festival de Berlim em 2014. Trata-se de uma pequena pérola sobre os conflitos íntimos que atingem dois irmãos. Após um terremoto no Japão (em referência ao de Kobe, em 1995), a menina Haruna (Ayane Omori), de 12 anos, e seu irmãozinho, Shota (Riku Ohishi), de 5, ficam órfãos. Ela sabe da morte dos pais, mas a esconde do caçula. Levados pelos tios para morar em uma ilha distante, Haruna encara um processo de amadurecimento precoce enquanto Shota, alheio a tudo, espera o regresso do pai e da mãe. Sensibilidade não falta ao realizador. Dos pequenos gestos de afeto às atuações convincentes dos atores mirins, o drama transpira pelos poros a tristeza da perda, captada por meio dos olhos de duas crianças envolvidas em conflitos de adultos. Estreou em 14/5/2015.

Ficha técnica

Direção: Masakazu Sugita

Duração: 85 minutos

Recomendação: 12 anos

País/Ano:

Publicidade

Publicidade