• 22 (Crédito: Reprodução Youtube)

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Companheira e musa do cineasta sueco Ingmar Bergman, Liv Ullmann, além de excelente atriz, tem uma carreira como diretora, incluindo os sensíveis dramas Sofe (1992) e Infiel (2000). Catorze anos depois deste seu penúltimo trabalho, a estrela retorna atrás das câmeras comandando uma adaptação da peça Senhorita Júlia, de August Strindberg (1849-1912). São apenas três personagens envolvidos num texto sobre poder e sedução. Na noite do solstício de verão, na Irlanda de 1890, a aristocrata Julie (Jessica Chastain) sente atração por John (Colin Farrell), um empregado faz-tudo da mansão. Para conquistá-lo, a senhorita joga charme e usa seu poder de patroa. Acontece que John é namorado da cozinheira (Samantha Morton) e, a princípio, afasta-se como o diabo da cruz. Aos poucos, a situação se inverte. John passa a dominá-la pondo a relação em pratos limpos. Liv não ousa na montagem para o cinema e entrega à plateia uma espécie de teatro (bem) filmado, com atuações no ponto certo e diálogos cortantes. Estreou em 21/5/2015.

Ficha técnica

Direção: Liv Ullmann

Duração: 129 minutos

Recomendação: 14 anos

País/Ano:

Publicidade

Publicidade