• Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Rafael Teixeira

Com nome inspirado no filósofo romano, o protagonista deste drama é interpretado por três atores em cena: Leonardo Fernandes dá vida ao jovem que sonha em ser poeta, aos 23 anos. Já rumando para os 50, encarnado por Alexandre Mofati, ele é um advogado distante de seu impulso inicial. E, por fim, Geraldo Peninha vive Horácio septuagenário, maduro e encarando sua história em retrospectiva. No velório do próprio personagem, os três se encontram e travam um diálogo sobre a existência. Edmundo de Novaes assina a dramaturgia, a partir do argumento de Carlos Gradim, também diretor.

Ficha técnica

Duração: 50 minutos

Recomendação: 12 anos

Publicidade

Publicidade