• Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Rafael Teixeira

Sozinha em casa, Bárbara (Cláudia Mauro) se vê diante do seu pior medo: uma barata. A situação a deixa histérica e começa a trazer à tona problemas como o fracasso do seu casamento e sua insatisfação no trabalho. Conhecido por biografias como a do produtor musical e ex-traficante João Guilherme Estrella e a do humorista Bussunda, Guilherme Fiuza não logra o mesmo êxito na comédia Eu e Ela, sua estreia no teatro. A boa premissa, de desdobrar uma situação banal em uma investigação sobre questões mais profundas, fica no meio do caminho, diluindo tanto o lado pretensamente sério do texto quanto sua comicidade. O desenrolar da trama soa repetitivo e suas reflexões, algo rasas - sensação que a direção de Ernesto Piccolo não chega a dirimir. Escoltada por André Dale e Stella Brajterman em papéis secundários, Cláudia empresta algum carisma à personagem.

Ficha técnica

Duração: 60 minutos

Recomendação: 14 anos

Publicidade

Publicidade