E Foram Quase Felizes Para Sempre

Tipos de Gêneros dramáticos: Monólogo cômico
Veja Rio
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Rafael Teixeira

Primeiro monólogo de Heloisa Périssé, e assinado por ela, E Foram Quase Felizes para Sempre brinca já no título com a ideia de que uma relação a dois é (ou deveria ser) semelhante a um conto de fadas. O espetáculo traz a atriz no papel de Letícia Amado, escritora workaholic que passou os últimos meses enfurnada no projeto de um guia de viagens para casais. Tal dedicação cobra um preço: a moça é dispensada pelo relegado companheiro, sujeito tranquilo que não entende o porquê de tanto trabalho. Toda essa história é contada através das lembranças de Letícia, desfiadas no dia do lançamento do seu livro, como se os espectadores fossem os convidados do evento. Os episódios narrados ganham vida através de Heloisa, desdobrando-se em quinze papéis, dos pais da protagonista à sua psicóloga (hilária), além do próprio ex. A rigor, não há nada exatamente novo no texto, mas, com graça, carisma e segurança, a autora e protagonista dilui quase à insignificância eventuais impressões de déjà-vu. A direção de Susana Garcia se ajusta perfeitamente à atriz e conduz tudo com leveza. O resultado é uma visão do casamento sem ingenuidade, mas também sem amargura.

    info
  • Duração: 70 minutos
  • Recomendação: 14 anos
  • Ano: 2015
Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s