• Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Pedro Moraes

Estrelas em salas de concerto do mundo inteiro, os paulistas Sérgio e Odair Assad festejam, em 2015, cinquenta anos de carreira. O virtuosismo, a simbiose entre os dois irmãos, a erudição temperada pela tradição do violão brasileiro, muitos são os motores responsáveis pela bem-sucedida trajetória do duo. Todos esses elementos serão revisitados na Sala Cecília Meireles, na quinta (9) e na sexta (10). Na primeira metade da apresentação, o programa é dedicado a momentos marcantes dessas cinco décadas, evocados através de Bandoneon e Zita (da Suite Troileana), de Piazzolla, Choros Nº 5, de Villa-Lobos, e Valses Poeticos, de Granados. A segunda parte é dominada por O Clássico Violão Popular Brasileiro. Entre as faixas do novo CD da dupla serão ouvidos de João Pernambuco (Interrogando) a Paulo Bellinati (Jongo), passando por Baden Powell (Tempo Feliz) e Garoto (extratos de Jorge do Fusa, Gente Humilde e Lamentos do Morro fundidos com maestria).

Publicidade

Publicidade