• 22 (Crédito: Reprodução Youtube)

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

O diretor Paulo Fontenelle já assinou uma bomba chamada Se Puder, Dirija! e, agora, apresenta uma comédia romântica dura de engolir. Atenção: embora o título (quase) remeta ao sucesso Divã, com Lília Cabral, este longa-metragem oportunista só aproveita a terapia da história anterior. Em crise, o casal Eduarda (Vanessa Giácomo) e Marcos (Rafael Infante) faz análise para tentar salvar o casamento. Ele, um produtor de eventos, trabalha além da conta e ela, ortopedista, se queixa demais. O jeito, então, é a separação. Enquanto Marcos aproveita a solteirice, Eduarda conhece o viúvo Leo (Marcelo Serrado) e fica encantada com ele. Piadas manjadas, cenários precários, romantismo e azaração estereotipados sugerem que o cinema comercial nacional está buscando uma fórmula pior que as das mais banais novelas. Estreou em 14/5/2015.

Ficha técnica

Direção: Paulo Fontenelle

Duração: 90 minutos

Recomendação: 12 anos

País/Ano:

Publicidade

Publicidade