Contra o Vento (Um Musicaos)

+ Confira locais e horários

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Rafael Teixeira

Entre meados dos anos 60 e o início da década seguinte, um casarão do século XVIII, sede de uma fazenda convertida em pensão, tornou-se fervilhante ponto de confluência de grandes nomes das artes brasileiras — alguns já com esse status, outros no caminho de conquistá-lo. Localizado no terreno onde hoje fica o Shopping Rio Sul, o Solar da Fossa, como ficou conhecido, recebeu de Caetano Veloso a Aderbal Freire-Filho, de Paulo Leminski a Zé Keti, de Betty Faria a Paulo Coelho. No consistente trabalho do grupo Complexo Duplo, o lendário endereço tem sua história contada de maneira evocativa, não enciclopédica, através de um painel musical visualmente exuberante. Escrito por Daniela Pereira de Carvalho, o texto traz, entre o prólogo e o epílogo fixos, três blocos cuja ordem de apresentação é decidida por votação da plateia ao início da sessão. Sem prejuízo de entendimento, qualquer que seja a escolha, a trama parte de um diário fictício, com diversas páginas faltantes. Sua autora é Clarice (Tainá Nogueira), jovem hóspede do Solar cuja ingenuidade será deixada para trás graças ao intenso convívio com as ideias dos demais moradores. A dramaturgia fragmentada, se compromete um tanto o desenvolvimento dos personagens (criações baseadas em figuras reais, sem se referir a nenhuma delas especificamente), por outro lado compõe um atraente mosaico justificado pelo espírito subversivo e caótico do lugar. Mais do que meritórias em comparação a tantos musicais de repertório já existente, as canções de Luciano Moreira e Felipe Vidal (com inserções de clássicos daquela época e sob direção musical de Marcelo Alonso Neves) revelam beleza própria, à parte sua relação funcional com a trama. A direção engenhosa de Vidal dribla certa redundância de situações e impõe o ritmo necessário a um espetáculo longo. Formado ainda por Julia Bernat, Guilherme Miranda, Leonardo Corajo, Adassa Martins, Felipe Antello, Clarisse Zarvos, Guilherme Stutz, Izak Dahora, Jefferson Almeida, Julie Wein, Laura Becker e Luciano Moreira, o elenco se desdobra em uma penca de instrumentos, mostrando entrega, vigor e coesão condizentes com a essência do Solar.

Ficha técnica

Duração: 150 minutos

Recomendação: 18 anos

Publicidade

Publicidade