Carlos Bracher

Veja Rio
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Rafael Teixeira

Com quase sessenta anos de carreira, o artista mineiro desfruta de merecido reconhecimento da crítica e de seus pares, mas seu nome ainda tem reduzido alcance junto ao grande público. Atração no CCBB, a alentada retrospectiva Pintura & Permanência pode corrigir esse desequilíbrio. Mais de 100 trabalhos estão reunidos na individual, perpassando todas as fases e os interesses temáticos do pintor. Estão lá, por exemplo, dezenas de paisagens, reproduzidas nas pinceladas algo expressionistas que se tornaram sua marca. Nativo de Juiz de Fora, Bracher retratou Ouro Preto, cidade onde se radicou, além de outros cenários de Minas Gerais, mas também se voltou para imagens de Brasília e do Rio. Seus marcantes autorretratos também estão presentes, assim como alguns dos retratos que fez para amigos, como Chico Buarque, Milton Nascimento e Bibi Ferreira — em alguns deles, o verso da tela também é apresentado, o que permite ler a dedicatória do pintor.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s