• Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Carol Zappa

Mais de 1 000 shows nos últimos dezesseis anos envolveram cerca de quarenta músicos. Na quinta (10), os cariocas terão a última oportunidade de conferir ao vivo o irresistível repertório da lendária orquestra que difundiu a riqueza musical cubana pelo mundo. Resgatado no histórico disco produzido por Ry Cooder, em 1997, e no filme dirigido por Wim Wenders, em 1999, o conjunto de grandes nomes da música da ilha dos anos 40 e 50 perdeu estrelas como os cantores Compay Segundo (1907-2003) e Ibrahim Ferrer (1927-2005), além do pianista Rubén González (1919-2003). Remanescentes da formação original, a dama da canção sentimental Omara Portuondo, o maestro e trompetista Guajiro Mirabal, o caçula Barbarito Torres, virtuose do alaúde, e o trombonista Jesús “Aguaje” Ramos despedem-se dos palcos na anunciada Adiós Tour. Com mais nove integrantes, entre eles o veterano maestro Papi Oviedo e o pianista Rolando Luna, a big band relembra clássicos como Dos Gardenias e Chan Chan, em meio a muito son, bolero e rumba com sabor de nostalgia.

É bom se apressar: para alguns setores, os ingressos já se esgotaram

Ficha técnica

Recomendação: 16 anos

Publicidade

Publicidade