Boa Noite, Mãe

Tipos de Gêneros dramáticos: Drama
Veja Rio
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Renata Magalhães

O texto que rendeu à norte-americana Marsha Norman o Prêmio Pulitzer se passa em tempo real e mostra uma noite na vida de uma pequena família formada por mãe e filha. Depois de anos atormentada pela epilepsia e por outras dificuldades, a mais nova anuncia que irá se suicidar. O elenco é composto por Fabianna de Mello e Souza e Thaís Loureiro – esta última também responsável pela tradução do texto ao lado do diretor Hugo Moss. A peça acontece em tempo real e mostra uma noite na vida de uma pequena família: mãe e filha. Jessie, a filha, depois de anos difíceis lutando contra epilepsia, além de um longo acúmulo de dificuldades familiares, anuncia que decidiu se retirar da vida. Com um tiro na cabeça, hoje – mais tarde. Uma solução simples, eficiente e, para ela, bastante tranquila. A mãe, Thelma, ao receber a notícia, passa por um mundo de emoções: incredulidade no início, raiva e desespero mais tarde, até momentos de aceitação, enquanto tenta lidar com o que para Jessie é o inevitável: seu destino está finalmente seguro nas mãos dela.

    info
  • Direção: Hugo Moss
  • Duração: 100 minutos
  • Recomendação: 16 anos
Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s