Ballet du Grand Théâtre de Genève

Veja Rio
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Pedro Moraes

Equilibrada entre as técnicas dos balés contemporâneo e clássico, a companhia suíça traz ao palco do Municipal as coreografias Lux, de Ken Ossola, e Glory, de Andonis Foniadakis, em dois atos. O primeiro número, ao som de Requiem, de Gabriel Fauré, explora as sombras. Na sequência, com trilha de Handel, a simbiose dos corpos ganha destaque.

    info
  • Duração: 120 minutos
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s