• Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Resenha por Rafael Cavalieri

Há dez anos no calendário dos festejos cariocas, o Arraiá da Fundição leva barraquinhas com quitutes e brincadeiras, além de decoração típica, para a casa de espetáculos na Lapa. O ponto alto, no entanto, são as atrações musicais. Escalado para a abertura, o pernambucano Charles Theone aquece o público. Na sequência, seu conterrâneo ilustre Alceu Valença entra em cena. Acompanhado por Paulo Rafael (guitarra e violão), Tovinho (teclados), André Julião (sanfona), Nando Barreto (baixo) e Cássio Cunha (bateria), o cantor vai enfileirar sucessos como Coração Bobo, Tropicana e Belle de Jour. Um set dedicado a Luiz Gonzaga e Jackson do Pandeiro completa o repertório. Depois de Alceu, a noite se encerra com a apresentação de Zeca Baleiro, dono dos hits Telegrama e Salão de Beleza. Uma parceria da dupla no palco é esperada. Entre um show e outro, o som fica nas mãos do DJ Xeleléu.

Ficha técnica

Recomendação: 18 anos

Publicidade

Publicidade